fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
  • +55 (33) 3523-1870
  • +55 (33) 9 8850 2254

Frei Gaspar

Entre belas montanhas e hospitalidade!

Lugar de tradições e de religiosidade, Frei Gaspar ainda conserva a atmosfera bucólica do interior de Minas Gerais. Rodeada por belas montanhas, fazendas e sítios, esse lugar de gente hospitaleira também guarda em seu passado a riqueza da exploração de pedras preciosas, bastante comum na região. Em junho, a cidade vive o seu auge de atratividade turística, que é quando é realizada a Festa do Freigasparense Ausente, que atrai milhares de pessoas dos municípios vizinhos e de outros lugares do país. Outra atração local bem conhecida é o Pico do Zé Moreira, uma belíssima formação rochosa de aproximadamente 940 metros de altitude, que vem despertando cada vez mais a atenção de montanhistas e praticantes de voo livre. Descubra você também as belezas e as atrações de Frei Gaspar!

Na história do Estado de Minas, Frei Gaspar começa a se destacar na década de 30, período que se aproxima de sua emancipação (dezembro de 1938 – ano em que também adotou a tipologia atual).
Não se pode precisar com exatidão de que modo se organizou seu povoamento uma vez que não existem dados nem estudos que possam compor uma historiografia. O certo é que suas características se confundem e se igualam aos demais povoados de então, cuja penetração no território ia de encontro ao embate imposto pela natureza com suas trincheiras de arbustos, caatingas, chapadas, serras e outras dificuldades para a colonização e travessa.
Além da hostilidade da natureza, há que se observar a presença de indígenas nesta região, fato que motivou a presença catequizadora dos capuchinhos Serafim Gorizia e Ângelo de Sassoferrato. Deve-se salientar que mesmo distante dos grandes centros de mineração – que tanto marcaram o Estado na fase de Capitania – existem registros de negros escravos em fazendas da região.
Sem jazidas de ouro, sem “entradas” e longe da tradição dos minérios conduzidos pela Rio-Bahia, o município se organizou através de correntes que não souberam investigar com propriedade a extensão de seu território – ainda hoje é fato a verificação de grandes latifundiários donatários de terra desgastadas pelos anos de subsistência desordenada.
Muito tempo transcorreu para que o aspecto do município ganhasse as proporções que hoje conhecemos. Os dos povoados de Cibrão e Cachoeira do Aranã junto aos córregos que perfazem a geografia são os resposáveis pela maioria do povoamento e de certo modo sintetizam a ocupação marcada por espaços vagos e contradições ainda de não de todo explicáveis. Frei Gaspar é um município por se descobrir e pronto para restabelecer suas tradições.

A ORIGEM DO NOME
Tendo por base os estudos realizados por Joaquim Ribeiro da Costa no seu toponímia de Minas Gerais (Imprensa Oficial – 1970) com estudo histórico da divisão territorial e administrativa de Minas Gerais fica-se sabendo que Frei Gaspar faz parte da relação dos 237 municípios criados conforme “Minas Gerais” de 31 – XII- 1962, lei de nº 2.764 e “Prontuário Geral da Divisão Judiciária e Administrativa do Estado”, editado pelo Departamento Estadual de Estatística, com ligeiras correções, conforme o autor.
Ainda no mesmo livro no capítulo que se refere ao Desdobramento histórico da Divisão Municipal, descobre-se que o município fazia parte dos 314 municípios que estavam sob a jurisdição da primitiva Vila de Sabará sendo desmembrado de Itambacuri junto com Ataléia, campanário, Frei Inocêncio, Nova Módica, Pescador e São José do Divino. O município de Ataléia foi criado no ano de 1923.
No que se refere ao topônimo (nome próprio de lugar) diz textualmente o autor: “(…)Em Minas, como mais freqüentemente aconteceu, surgia o núcleo e os fundadores logo ficavam o cruzeiro e levantavam a capelinha para o culto (primeira missa realizada em Frei Gaspar foi na fazenda do senhor Henrique Salomão em 08 de julho de 1924) de sua devoção(…) cada arraial ou povoação recebia o respectivo topônimo, representado: a) por um acidente geográfico (rio, serra etc.): b) por um nome do calendário cristão; c) por um nome do calendário cristão juntamente com o do acidente; d) pelo nome de uma propriedade ou do seu proprietário ou morador; e) nomes de pessoas vivas ou falecidas ou expressões alusivas.
Frei Gaspar se enquadra na 4ª categoria. Sua denominação é em homenagem ao padre Frei Gaspar de Módica que enviado par Itambacuri se incumbiu de percorrer todos os povoados. “Na fase de organização político administrativa das povoações, outro elemento a entrar na formação dos topônimos, num procedimento muito do agrado dos homens, em homenagem, desde aqueles tempos, aos poderosos da época ou a alguns beneméritos, foi e ainda é o constituído pelos nomes de pessoas.”, volta a explicar o autor.
Consta a página 238 do livro:
FREI GASPAR – Top. Hom. ao padre Frei Gaspar de Módica, da Ordem dos Capuchinhos. Dist. Com este nome por lei nº 148 de 17-XII-1938, compr. parte do extinto dist. De Aranã, m. de Itambacuri, Mun. e Cid. por lei nº 2.764 de 30 – XII- 1962.
Para melhor entendimento, transcrevo as abreviaturas:
FREI GASPAR – Topônimo homônimo ao padre Frei Gaspar de Módica, da Ordem dos Capuchinhos. Distrito com este nome por decreto lei de número 148 de 17 de dezembro de 1938, compreendendo parte do extinto distrito de Aranã, município de Itambacuri e cidade por lei nº 2.764 de 30 de dezembro de 1962.

ORIGEM DO MUNICÍPIO
O antigo povoado do qual se originou o município surgiu da ação colonizadora da Companhia do Mucuri. Também a atividade catequizadora dos funcionários Serafim Gorizia e Ângelo de Sassoferrato contribuiu para a fundação e colonização de povoado e vilas.
No município de Itambacuri, por volta da década de 30, havia um povoado denominado de “Baixinha Quente” que daria origem ao futuro Frei Gaspar. O nome “Baixinha Quente” deu-se em razão de diversos casos de violência ali existentes. Depois a localidade passou a denominar-se Conceição, em homenagem à Nossa Senhora da Conceição, padroeira da cidade

FUNDAÇÃO DO MUNICÍPIO
O município foi criado em 17 de dezembro de 1938, ano em que também adotou-se o nome atual: Frei Gaspar. Quem aqui nasce tem como objetivo pátrio freigasparense.
Os primeiros habitantes do município vieram do Líbano, Virgem da Lapa, São José do Divino, Pote, Teófilo Otoni, Guanambi (BA), Salinas, Itambacuri, Campanário, Minas Novas, Macaúbas (BA), Cataguases e Pedra Azul.
O primeiro Prefeito de Frei Gaspar foi o Sr. Mustafá Pimenta Bukzem e a primeira professora, Dona Rosa Marinônio de Castro

DATAS CARACTERÍSTICAS
Fundação: 24 de julho de 1924
Criação: 17 de dezembro de 1938 (Lei nº 148)
Emancipação: 30 de dezembro de 1962

EMANCIPAÇÃO DO MUNICÍPIO
Frei Gaspar foi emancipado em 30 de dezembro de 1962 e seus vizinhos são: Teófilo Otoni, Itambacuri, Ataléia, São José do Divino, Ouro Verde de Minas, Campanário e Pescador.
Além da zona rural, nosso município possui povoados e córregos onde está localizada a maioria das escolas rurais e concentrada a sua produção econômica.

ASPECTOS NATURAIS
Clima: diversidade climática com verões regulares, outono e ventos frios nos meses de julho a agosto. Índice pluviométrico médio: 659,9 (total ano). Sem ocorrência de geadas.
Vegetação: áreas extremamente verdes apesar dos desmatamentos e queimadas para produção de carvão.
Hidrografia: o principal recurso hídrico é o Rio São Mateus (pertencente à bacia de São Mateus) que se desdobra em riachos e córregos: O Rio São Mateus nasce na divisa de Itambacuri (90%) com Pote. Alguns de seus afluentes: Córrego Aranã, Córrego São Mateus, Córrego do Marreco.
Relevo: montanhoso com cerrados. Porcentagem de relevo: plano (10%), ondulado (40%) e montanhoso (50%)

Hospedagens


Pousada Vai Vai

Endereço: Rua Joaquim Fabiano de Matos, 117-B, Centro
Telefone: 33- 98854 5608

Bares e Restaurantes


Art Pan

Endereço: Avenida Antônio Alves Benjamin, 20, Centro
Telefone: 33 98859 3310

Cantinho Caseiro

Endereço: Rua Antônio Nunes Pereira, 200, Centro
Telefone: 33-98875 4598

Lanchonete Sabor da Praça

Endereço: Praça Maria Leal, S/N, Centro
Telefone: 33-98821 9643

Restaurante Vieira e Silva

Endereço: Praça Maria Leão, 25, Centro
Telefone: 33-98846 9580

Atrações Turísticas


Igreja Matriz de Nossa Senhora Imaculada Conceição

Localizada próxima Praça Mustafá Pimenta Bukzem, principal praça de Frei Gaspar, a Igreja Matriz de Nossa Senhora Imaculada da Conceição é o principal templo católico do município de Frei Gaspar. Com a sua arquitetura eclética, foi construída em 8 de dezembro de 1928. Conta com um sino dessa mesma época importado da Europa. Está aberta ao público diariamente e realiza celebrações semanais.


Pico do Zé Moreira

Com aproximadamente 940 metros de altitude, o Pico do Zé Moreira é o principal atrativo natural de Frei Gaspar. Está localizado a 7Km do centro da cidade, na fazenda do Sr. Gutembergue. O local é muito procurado por moradores e visitantes da região para a prática de trekking e voo livre. A visita ao pico é recomendada com o acompanhamento de um morador que conheça a região, já que parte boa parte de seu acesso é feito por estradas vicinais e trechos com mata virgem. No topo da montanha é possível avistar outros municípios da região como Teófilo Otoni e Itambacuri, além de outras famosas montanhas locais, como a Pedra Riscada, em São José do Divino.


Praça Mustafá Pimenta Bukzem

Localizada bem no centro de Frei Gaspar, em frente a Câmara Municipal e a Prefeitura Municipal, a Praça Mustafá Pimenta Bukzen é a principal praça da cidade. Com um belo jardim, quiosques e bancos para sentar, passar o tempo e bater um gostoso papo, o local é ponto de encontro de moradores e visitantes, principalmente nos finais de semana, quando há música ao vivo no ambiente.


Pedrinha de Frei Gaspar

Localizada a apenas 3Km do centro da cidade, a Pedrinha de Frei Gaspar é o principal local para banho em ambientes naturais do município. Procurado por moradores e visitantes da região, o espaço oferece gostosas corredeiras que passam por cima de uma pedra, daí o seu nome. O maior volume de águas encontra-se no verão, quando as chuvas deixam as corredeiras mais propícias para banho e o ambiente ideal para um delicioso piquenique com os amigos e com a família.

Vídeos

fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
fix bar
fix bar

Associação do Circuito Turístico das Pedras Preciosas
Avenida Visconde do Rio Branco, 730, Centro, Teófilo Otoni-MG. CEP: 39800-118.

+55 (33) 3523 1870.
+55 (33) 9 8850 2254